sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Toffoli, a indicação



O Lula confirmou indicação de José Antonio Dias Toffoli para o Supremo Tribunal Federal, ele ocuparia a vaga deixada pelo Ministro Menezes Direito. Atualmente é Advogado-Geral da União


Saiba mais sobre ele:

Graduou-se em Direito pela em 1990 (USP). E sua especialização foi em Direito Eleitoral. Figurou como professor de Direito Constitucional e Direito de Família durante dez anos.

Na Política

De 1995 até 2000 foi assessor parlamentar da Liderança (PT) na Câmara.
Foi advogado do PT nas campanhas do presidente Lula em 1998 , 2002 e 2006.
Exerceu o cargo de subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil de 2003 a 2005 durante a gestão de Zé Dirceu. Foi exonerado pela ministra Dilma Roussef por sua ligação com o ex-ministro.
Foi indicado pelo Presidente Lula para assumir uma vaga no STF e aguarda sabatina no Senado Federal, para ser nomeado Ministro da mais alta corte de país.


Na Advocacia-Geral da União
Em março de 2007, convidado pelo presidente Lula , assumiu a Advocacia-Geral da União. A solenidade de posse foi fechada e Toffoli substituiu Álvaro Ribeiro, que deixou o cargo para tratar de projetos pessoais.

Bom é isso... Aaa ele tem 42 anos apenas.


Bjinhosssss

2 comentários:

Anônimo disse...

Primeiramente parabéns pela transmissão da informação de qualidade, a qual deve-se ser utilizada como fator de consciência popular para uma melhor reflexão politica, para o exercicio real da cidadania.
Em analise a respeito da indicação deve-se analisar tantos os fatores positivos quanto os negativos.Pontos positivos exerce um cargo elevado em brasilia, deve haver um conjunto de funções diversas no STF,como assim?Não se deve somente indicar juizes ou somete professores para o cargo de ministros, deve-se haver uma divergencia de cargos anteriormente exercidos, como o próprio indicado ele partiu para o campo politico e com foco no direito eleitoral.Não vai ser o pré-requisito idade que o vai o definir e sim a sua capacidade, em minha humilde opinião.Os pontos negativos são a ausência de aperfeiçoamento academico, a relação dele com o presidente pode ser motivo de controversas, entretanto se parar pra pensar o lula não fez nada de anormal apenas fez o que todos os presidentes ja haviam feito e farão, indicarão para cargos, pessoas de suas confianças, agiu dentro da lei.

Vivi PSOL SP disse...

é um dilema o que viveremos com a indicação de Toffoli. Ele fará a diferença na votação para a não extradição de Cesare Battisti, que reforço a minha opinião política, não é um assassino, é um preso político.

Por outro lado, como indicado de Lula, aliviará a cara do governo federal e do PT em casos com o do mensalão.

É desafeto declarado do Gilmar Mendes, tem matérias pra todos os lados dizendo isso, eu acho que tem que ficar ele mesmo, vamos ver o que vai dar.

E outra coisa: qdo o PIG faz campanha contra a gente precisa desconfiar.

Não estou defendendo o PT,nem o farei. Mas eu acho que aí tem dedo do PSDB que indicou o Gilmar Mendes.

E uma parcela muito significativa da sociedade sabe quem é quem qdo o assunto é políticas contra o próprio povo.

Principalmente falando de corrupção.

Débora, Parabéns pelo seu blog.

Passa no meu:

http://psolnaluta.blogspot.com/

bjkas da Vivi

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Toffoli, a indicação



O Lula confirmou indicação de José Antonio Dias Toffoli para o Supremo Tribunal Federal, ele ocuparia a vaga deixada pelo Ministro Menezes Direito. Atualmente é Advogado-Geral da União


Saiba mais sobre ele:

Graduou-se em Direito pela em 1990 (USP). E sua especialização foi em Direito Eleitoral. Figurou como professor de Direito Constitucional e Direito de Família durante dez anos.

Na Política

De 1995 até 2000 foi assessor parlamentar da Liderança (PT) na Câmara.
Foi advogado do PT nas campanhas do presidente Lula em 1998 , 2002 e 2006.
Exerceu o cargo de subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil de 2003 a 2005 durante a gestão de Zé Dirceu. Foi exonerado pela ministra Dilma Roussef por sua ligação com o ex-ministro.
Foi indicado pelo Presidente Lula para assumir uma vaga no STF e aguarda sabatina no Senado Federal, para ser nomeado Ministro da mais alta corte de país.


Na Advocacia-Geral da União
Em março de 2007, convidado pelo presidente Lula , assumiu a Advocacia-Geral da União. A solenidade de posse foi fechada e Toffoli substituiu Álvaro Ribeiro, que deixou o cargo para tratar de projetos pessoais.

Bom é isso... Aaa ele tem 42 anos apenas.


Bjinhosssss

2 comentários:

Anônimo disse...

Primeiramente parabéns pela transmissão da informação de qualidade, a qual deve-se ser utilizada como fator de consciência popular para uma melhor reflexão politica, para o exercicio real da cidadania.
Em analise a respeito da indicação deve-se analisar tantos os fatores positivos quanto os negativos.Pontos positivos exerce um cargo elevado em brasilia, deve haver um conjunto de funções diversas no STF,como assim?Não se deve somente indicar juizes ou somete professores para o cargo de ministros, deve-se haver uma divergencia de cargos anteriormente exercidos, como o próprio indicado ele partiu para o campo politico e com foco no direito eleitoral.Não vai ser o pré-requisito idade que o vai o definir e sim a sua capacidade, em minha humilde opinião.Os pontos negativos são a ausência de aperfeiçoamento academico, a relação dele com o presidente pode ser motivo de controversas, entretanto se parar pra pensar o lula não fez nada de anormal apenas fez o que todos os presidentes ja haviam feito e farão, indicarão para cargos, pessoas de suas confianças, agiu dentro da lei.

Vivi PSOL SP disse...

é um dilema o que viveremos com a indicação de Toffoli. Ele fará a diferença na votação para a não extradição de Cesare Battisti, que reforço a minha opinião política, não é um assassino, é um preso político.

Por outro lado, como indicado de Lula, aliviará a cara do governo federal e do PT em casos com o do mensalão.

É desafeto declarado do Gilmar Mendes, tem matérias pra todos os lados dizendo isso, eu acho que tem que ficar ele mesmo, vamos ver o que vai dar.

E outra coisa: qdo o PIG faz campanha contra a gente precisa desconfiar.

Não estou defendendo o PT,nem o farei. Mas eu acho que aí tem dedo do PSDB que indicou o Gilmar Mendes.

E uma parcela muito significativa da sociedade sabe quem é quem qdo o assunto é políticas contra o próprio povo.

Principalmente falando de corrupção.

Débora, Parabéns pelo seu blog.

Passa no meu:

http://psolnaluta.blogspot.com/

bjkas da Vivi